quarta-feira, 7 de agosto de 2013

CMB é um verdadeiro escárnio

Lendo o Dicionário, vejam a quantidade de sinônimos que se encontra para a palavra 'escárnio':

achincalhe motejo zombaria burla batota chasco dolo engano engazopaçâo fraude logro mistificação negaça tratantada debique caçoada deboche troça derrisao irrisão mofa desacato desacatamento descortesia desrespeito profanação irreverência desfrute chacota usufruto flauteio insulto achinca acometida afronta agressão bofetada contumélia descompostura desfeita doesto injúria insolência ofensa retaliação ultraje vitupério ludíbrio botão desprezo logro menosprezo depreciação desdém desestima menoscabo apodadura apodo chufa joguete judiaria momo risota troca momice tépido trejeito apupo ditério facécia galhofa gracejo laracha mangação mote remoque sarcasmo hilaridade bambochata brincadeira broma carnaval chança destampatório farra pandega partida reinação surriada trote âchihcalhb achincalhaçao achincalhamento apepinação ironia moca vaia ridiculização derrisão chalaça cachinada jogo jigajoga achincalhação escarnecimento casquinada zombar menospreza.

O sentimento que se apresenta neste momento na população e juventude de Belém é justamente este: a Câmara Municipal de Belém (CMB) promoveu o maior ESCÁRNIO, FARRA, ZOMBARIA, ACHINCALHE, RETALIAÇÃO contra o nosso penalizado povo. 

Em votação apertada, que negou o clamor das ruas e se chocou com estudos do Departamento Intersindical de Estudos Estatísticos e Sócio Econômicos (DIEESE) que apontava que há condições de se reduzir as passagnes de ônibus e de se conceder o passe livre, os vereadores da base do prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) promoveram um verdadeiro ato de vandalismo. Foram arbitrários, indignos, criminosos, e disseram NÃO à emenda do Passe Livre.

Veja a nome dos vereadores que são contra e os que são a favor do povo de Belém:

Imagem do Boletim de Votação Nominal da emenda do Passe Livre para estudantes e desempregados de Belém e Região Metropolitana, negada hoje pela maioria CORRUPTA da CMB.

Inimigos do povo que votaram "NÃO":

Abel Loureiro (DEM)
Antonio Rocha (PMDB)
Eduarda Louchard (PPS)
Elenilson Santos (PTdoB)
Gleisson Silva (PSB)
José Maria Dinely (PSC)
Josias Higino (PSB)
José Scaff Filho (PMDB)
Mauro Freitas (PSDC - Líder do governo)
Miguel Rodrigues (PRB)
Nehemias Valentin (PSDB)
Orlando Reis (PSD)
Paulo Queiroz (PSDB)
Pio Netto (PTB)
Prof. Elias (PPS)
Rildo Pessoa (PDT)
Wanderlan Quaresma (PMDB)
Zeca Pirão (PMDB)
 
A favor do povo - votaram "SIM":

Amaury Souza (PT)
Cleber Rabelo (PSTU)
Fernando Carneiro (PSOL)
Francisco Almeida (PSOL)
Igor Normando (PHS)
Iran Moraes (PT)
Ivanise Gasparim (PT)
Marinor Brito (PSOL)
Meg Barros (PSOL)
Moa Moraes (PC do B)
Raul Batista (PRB)
Sandra Batista (PCdoB)
Thiago Araújo (PPS)
Victor Cunha (PTB)

Parlamentares que não estavam na votação:

Luis Pereira (PR)
Paulo Bengtson (PTB)
Vandick Lima (PP)

VITÓRIA À VISTA

14 vereadores, liderados pelo PSOL, atenderam o clamor das ruas e votaram SIM ao passe livre. No entanto, não foi o suficiente. O signo que fica é o de que essa medida da bancada governista trata-se de uma grandiosa provocação ao Movimento Belém Livre e à população em geral. 
Foi mais gasolina nas mobilizações sociais, que de forma alguma diminuirão em todo o estado. 

O Passe Livre não saiu hoje, mas está na ordem do dia. Basta um pouco mais de pressão que o lograremos com certeza. 

A luta foi muito importante e conseguimos 14 votos a favor da Emenda; o que demonstra que a pressão fez, inclusive vereadores da base governista e que sempre apresentaram uma postura de direita (anti-povo) como Victor Cunha (PTB) e Pastor Raul (PRB) votarem a favor da demanda estudantil.

Hoje foi um dia bastante educativo para nossa luta. Está mais do que claro que não podemos dar nenhum passo atrás. Historicamente sabemos que nenhuma conquista vem de "mão beijada" e sem enfrentamentos. Vide as batalhas campais que se desenrolaram em Belém na década de 1990 pelo direito da meia passagem. Estamos no caminho certo. 

Com unidade e luta vamos conseguir mais essa vitória! 

Atualizado às 17h01min, 07/08/2013.

3 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto não houver reformas politicas no Brasil os políticos vão continuar contrariando a vontade da população, os movimentos sociais devem manter a luta para acbar com os votos secretos, esta votação mostrou como são sem vergonhas estes politicos, nas campanhas politicas sujam as ruas com seus nomes e milhares de fotos quando votam na Camara se escondem.

Além da Frase disse...

Você falou muito bem. São homens/mulheres públicos, eleitos pelo povo, que deveriam legislar em favor do povo, mas que em uma votação como essa, demonstram quais são os verdadeiros interesses que representam e defendem. O boletim de votação foi claro. 18 parlamentares vergonhosamente se posicionaram em favor dos carrascos, os financiadors de campanha, os donos de emrpesas de ônibus e em consonância com o prefeito Zenaldo. Uma Santa Aliança liderada no Legislativo por um vereadro Pastor (Paulo Queiroz/PSDB), que diz rezar para Deus, mas que faz essas descaradas oferendas ao diabo da patronal. Vergonhoso!

Anônimo disse...

Temos que continuar o apoio aos movimentos principalmente de estudantes pelo passe livre, o que vemos na politica nacional e paraense é que a maioria dos partidos estão sendo comprados e dirigidos por neo religiosos cristãos que se elegem facilmente com as redes de igrejas que dominam e controlam facilmente a maioria da população pobre e desempregada que trabalha para eles e são explorados sem ter consciencia.